Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Ex-ministro Alexandre Padilha debate Emenda 95 em SBC

Convidado abordará o congelamento dos investimentos públicos por duas décadas.

Escrito por: SINDSERV/SBC • Publicado em: 30/11/2017 - 08:55 • Última modificação: 30/11/2017 - 14:05 Escrito por: SINDSERV/SBC Publicado em: 30/11/2017 - 08:55 Última modificação: 30/11/2017 - 14:05

. .

O médico Alexandre Padilha, ex-ministro nos governos Lula e Dilma e ex-secretário municipal de saúde na gestão do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, é o convidado do Sindicato dos Servidores Municipais de São Bernardo do Campo (Sindserv/SP) para debater os efeitos do congelamento de investimentos públicos pela Emenda Constitucional 95, conhecida por PEC da Morte, especialmente na área da Saúde.

A cidade de São Bernardo do Campo já sofre com estes efeitos, com desvalorização dos servidores públicos, demissões em massa de Agentes Comunitários de Saúde e de outros profissionais do setor, super-lotação das unidades, fechamento de equipamentos públicos e falta de medicamentos e insumos imprescindíveis para o atendimento da população.

O ex-ministro Alexandre Padilha também debaterá alternativas de resistência sindical e popular a este ataque, que visa destruir o Sistema Único de Saúde.

O encontro acontece neste sábado, 2 de dezembro, das 13h às 14h30, na sede do Sindserv, na Rua Caetano Zanella, 90, São Bernardo do Campo (SP).

Título: Ex-ministro Alexandre Padilha debate Emenda 95 em SBC, Conteúdo: O médico Alexandre Padilha, ex-ministro nos governos Lula e Dilma e ex-secretário municipal de saúde na gestão do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, é o convidado do Sindicato dos Servidores Municipais de São Bernardo do Campo (Sindserv/SP) para debater os efeitos do congelamento de investimentos públicos pela Emenda Constitucional 95, conhecida por PEC da Morte, especialmente na área da Saúde. A cidade de São Bernardo do Campo já sofre com estes efeitos, com desvalorização dos servidores públicos, demissões em massa de Agentes Comunitários de Saúde e de outros profissionais do setor, super-lotação das unidades, fechamento de equipamentos públicos e falta de medicamentos e insumos imprescindíveis para o atendimento da população. O ex-ministro Alexandre Padilha também debaterá alternativas de resistência sindical e popular a este ataque, que visa destruir o Sistema Único de Saúde. O encontro acontece neste sábado, 2 de dezembro, das 13h às 14h30, na sede do Sindserv, na Rua Caetano Zanella, 90, São Bernardo do Campo (SP).



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.