Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Confetam/CUT critica reforma da previdência dos servidores municipais de Porto Velho

Reunião, na tarde desta sexta-feira (7), discute emendas para reduzir danos da proposta

Escrito por: Déborah Lima • Publicado em: 07/05/2021 - 16:26 • Última modificação: 07/05/2021 - 16:51 Escrito por: Déborah Lima Publicado em: 07/05/2021 - 16:26 Última modificação: 07/05/2021 - 16:51

. Reunião na Câmara de Vereadores discutiu proposta de reforma apresentada pela prefeitura

Representantes da Prefeitura de Porto Velho (RO), do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município (IPAM), parlamentares, sindicalistas, professores e trabalhadores da prefeitura participaram, na manhã desta quinta-feira (6), de reunião na Câmara de Vereadores para discutir a proposta de reforma da previdência municipal.

A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) participou da reunião representada pelo secretário adjunto eleito de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora da entidade, Raimundo Nonato Soares. 

Raimundo explica que a reforma da previdência municipal está prevista em duas matérias enviadas à Câmara pelo prefeito Hildon de Lima Chaves: uma Proposta de Emenda à Lei Orgânica do Município (LOM) e um projeto que altera a Lei nº 404, que rege o Regime Próprio de Previdência dos Servidores Municipais de Porto Velho.

Emendas para reduzir danos

Entre as deliberações da reunião, o dirigente eleito da Confetam/CUT destacou um novo encontro do grupo para discutir emendas ao projeto, marcado para a tarde desta sexta-feira (7), na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Rondônia (Sintero)

“A ideia é preparar as emendas a serem apresentadas por parlamentares pra ver se a gente melhora a proposta de reforma. De antemão, nos manifestamos contrários à forma como foi apresentada pelo prefeito do município”, critica Raimundo Nonato Soares.

Título: Confetam/CUT critica reforma da previdência dos servidores municipais de Porto Velho, Conteúdo: Representantes da Prefeitura de Porto Velho (RO), do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município (IPAM), parlamentares, sindicalistas, professores e trabalhadores da prefeitura participaram, na manhã desta quinta-feira (6), de reunião na Câmara de Vereadores para discutir a proposta de reforma da previdência municipal. A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) participou da reunião representada pelo secretário adjunto eleito de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora da entidade, Raimundo Nonato Soares.  Raimundo explica que a reforma da previdência municipal está prevista em duas matérias enviadas à Câmara pelo prefeito Hildon de Lima Chaves: uma Proposta de Emenda à Lei Orgânica do Município (LOM) e um projeto que altera a Lei nº 404, que rege o Regime Próprio de Previdência dos Servidores Municipais de Porto Velho. Emendas para reduzir danos Entre as deliberações da reunião, o dirigente eleito da Confetam/CUT destacou um novo encontro do grupo para discutir emendas ao projeto, marcado para a tarde desta sexta-feira (7), na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Rondônia (Sintero) “A ideia é preparar as emendas a serem apresentadas por parlamentares pra ver se a gente melhora a proposta de reforma. De antemão, nos manifestamos contrários à forma como foi apresentada pelo prefeito do município”, critica Raimundo Nonato Soares.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.